quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Má notícia

E hoje tivemos a confirmação que a Irá, nossa fiel escudeira está com câncer de mama.
E eu to mto, mto triste.
A Irá veio trabalhar aqui em casa quando eu tinha 19 anos, antes do João Lucas nascer. Hoje tenho 30, ou seja, ela tá comigo há 11 anos. Ainda me lembro, ela começou no dia 02/08/99. Numa época em que os relacionamentos andam cada vez mais frágeis e que vc desconfia até da sua sombra, isso é muito raro.
Já é daquelas pessoas que são da família. Depois de tanto tempo aqui em casa, já é mais da família que mto parente: ela cuida de mim como cuida de sua filha, acho até que cuida melhor de mim do que das filhas. Cuida do João Lucas como se fosse neto e até quando eu viajo, é ela quem fica com a Nina, a cã. Ela é um dos relacionamentos mais duradouros que tenho. Se contar as horas de convivência, com certeza é o mais longevo.
Senti um aperto no coração hoje sem tamanho.
Ela, na sua ignorância, é até uma pessoa bem informada. Tinha o (bom) costume de fazer o autoexame de mama, à noite, antes de dormir. Até que achou um carocinho que incomodava. Foi um vai-e-vém de médicos, um jogo de empurra entre as especialidades, até que ontem ela teve o diagnóstico que a gente já estava até meio que preparado.
A sorte (se é que posso chamar de sorte) é que está bem no início, ela vai se operar pra tirar o tumor, não vai precisar tirar o seio, nem fazer quimio. Espero que termine aí, sinceramente. Aliás, tenho orado por ela todos os dias. Por ela e, egoísticamente por mim, pq não sei se sei viver sem a Irá.
O que me revoltou mais nessa história toda é ver como pobre sofre. Ela passou por uns vários médicos até encontrar uma que sentasse com ela, pegasse, examinasse e dissesse "graças a Deus a sra. descobriu cedo". Pra adiantar os exames, vamos falar com a tia do meu filho, que é amigado deputado x pra dar força. Não é um absurdo? Pobre nesse país não poderia (ou mereceria) ficar doente.
Aos meus amigos que eu fiz aqui, peço que, ao terminar de ler esse texto, façam uma breve oração por ela, para que dê tudo certo.
beijos

7 comentários:

Alice disse...

Oi Paola, vai dar certo sim. Atualmente as chances de cura no início são bem grandes! estamos torcendo pela Ira

Vanessa Santos disse...

Estaremos orando flor!
Força!!!
Beijos

Suellen disse...

Oi Paola,
Vai dar tudo certo. Deus é misericordioso. Estou na torcida! =)

Jahm disse...

Paola,

Pode contar com as minhas orações.
Perdi minha avó paterna pro câncer de mama há 25 anos.
Nem cheguei a conhecê-la; naquela época não sabia-se muito sobre a doença e, portanto, não teve muito o que fazer.
Enfim, graças a Deus, esse aí foi descoberto no começo e há grande chance de cura. Vamos orar né?

E sim...pobre sofre demais!

BJahm

Suzana Lira disse...

já orei vioh


bjo

Narda disse...

Vai dar tudo certo com a Irá.
Como vc disse, ainda tá no começo... e vai ficar tudo bem!
Bjs

Cynthia Barreto disse...

Olá Paola! Olha, fica calma, se ela descobriu no início ela tem muitas chances de se sair bem!! Estou rezando por ela!!

Beijos!