quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

A todos, um Feliz Natal!


Apesar de nao sermto amiga de comemeorações natalinas, nada me impede de desejar a todos as melhores coisas nesse dia que Jesus nasceu. Aliás, acho que esse desejo deve ser contínuo e perpétuo, independente de ser Natal, páscoa, aniversário, etc. Mas acaba sendo uma boa oportunidade de expressar isso.

Então, a quem passar por aqui, desejo um Natal cheio de bençãos; que Papai Noel encha a cada de cada um com um grande pacote recheado de amor, paz, compreensão, solidariedade e, principalmente, amor ao próximo. Acho que esse é o tempo de pensarmos bem se temos feito algo pelo nosso irmão. Eu sei mto bem que deveria ter feito mto mais. Pra não ter esse sentimento no próximo Natal, vou tentar consertar isso em 2010.

beijos a todos, Paola

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Chegou meu presente!!


Eu já achando que era uma moça despresentada, já que o meu presente do amigo secreto das noivas blogueiras ainda não tinha chegado, quando tive a grata surpresa de ser recebida em casa por um pacote da americanas.com.
Quem não gosta de ganhar presente, né? Eu adoro... Corri pra cama pra abrir.
E adorei o que encontrei: o Leite Derramado, do Chico Buarque.
Minha amiga secreta, a Suzana, pediu desculpas pela demora. Imagina!! O importante é que está aqui e que até o fim do ano eu termino de ler.
beijos

domingo, 20 de dezembro de 2009

E é fim de ano...

E a cidade está super movimentada.
Já tivemos uns 10 aniversários, casamento, bodas, confraternizações e shows estão acontecendo por toda a cidade. Infelizmente não pudemos ir a todos, mas ontem acertamos em cheio qdo fomos no da Roberta Sá. Eu amo ela, marido tbm, sogro, sogra, cunhada, amigos, todo mundo. Amam tanto que ainda ouvi algumas propostas indecentes envolvendo o nome dela (censura).
O show foi de graça, super organizado, um vento maravilhoso e ainda era aniversário dela.
Obviamente estou quase falida após alguns presentes, ainda bem que não são tantos assim. Aliás, sou que eu sou lisa, ou está tudo muito caro? Pq to cansando de ver blusinhas de malha, com nada de mais por 200 reais. Entro nas lojas e as pessoas me oferecem presentes de amigo oculto por "apenas 300 reais". Tá doido? Devo ter cara de rica... Acho que todo mundo anda perdendo a noção das coisas. Não há nada que justifique esses preços.

A boa notícia é que estou de recesso! O Judiciário tem recesso de 20/12 a 06/01 e, confesso, ainda não me acotumei com a idéia de não trabalhar na segunda-feira. Ai esse trabaho que entranha nas veias...

domingo, 13 de dezembro de 2009

Renovar os votos

Toda vez que vou a algum casamento sinto que renovo os votos de alguma maneira. Acho que o sermão do padre é pros noivos, sim, mas que eu sempre posso aprender um pouquinho com isso ou com aquilo que o padre diz. Apesar de não ser católica e não concordar com mtas coisas da igreja católica, acho que é desarrazoado achar que conselhos do tipo, 'seja fiel', "não durma brigado" e "respeite sua família" sejam maus conselhos. E sempre repito mentalmente que é na alegria e na tristeza, e na saúde e na doença.



Ontem foi um dia de mtos eventos: tínhamos o aniversário de 30 anos de um dos melhores amigos do Leo, de infância, que nunca comemora, mas que nesse ano resolveu comemorar; o casamento de um grande amigo do trabalho, o Alberto, que depois de 7 anos e meio parou de enrolar a Ana Alice e as bodas de 25 anos dos pais da Camila, uma daquelas amigas pra sempre. Td na mesma hora e não podíamos faltar nenhum dos três.

Alberto e Ana recém casados

Fizemos assim: o Leo foi no aniversário e eu fui pra cerimônia religiosa do casamento do Alberto, que foi na mesma igreja que a gente casou. Peguei uma carona até a festa e o Leo foi me encontrar lá, praticamente só cumprimentou os noivos, e seguimos pra festa de bodas que foi no mesmo local onde foi nossa recepção (aí é impossível não relembrar de tudo).



Vendo, na mesma noite, uma família se formando e outra que acertou seu caminho, bem sucedida fazendo tudo de novo, foi impossível não pensar que fiz a escolha certa e que faria td outra vez (aliás, essa era a frase do convite: "faria td outra vez, se preciso fosse, meu amor") e que quero comemorar meu aniversário de casamento todos os anos. Todos os anos reafirmar a minha escolha e dizer pro padre que eu aceito, e que,sim, é na alegria e na tristeza e é na saúde e na doença. Mês que vem faço um ano de casada e queria td de novo.



Claro que a vida não é só feita de flores, festas e cerimônias, mas eu não deixo de admirar quem, depois de sete anos e meio, que fica naquela posição do ou vai ou racha, e resolve casar e investir (pq conheço mtos que nessa hora, caem fora) e quem, depois de 25 anos, faz uma super festa pra dividir com os amigos essa felicidade de uma família construída.

Leo, eu, Rodolfo, Carol e Camila nas bodas de prata dos pais dela


A Ana, a noiva de ontem, falou uma coisa bem legal durante a troca das alianças: "foram mtos momentos, uns bons, outros nem tanto, mas que agora me fazem ter certeza que vc é o melhor pra mim". Acho que é mais ou menos isso, que o casal da bodas e eu e Leo repetimos internamente.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Esse momento árduo que é o Natal


Eu não gosto do Natal. Estranho, né? Mas não gosto. Acho que Natal é um momento-família-que-mexe-mto-com-a-gente. Como essa questão família não é bem resolvida na minha cabeça, não é um momento feliz pra mim.

Qdo eu era pequena, gostava pq tinha presente e papai noel, ou seja,presente duas vezes. Mas sempre tive que me dividir entre a família do meu pai e da minha mãe. Às vezes eu viajava com minha mãe e pro meu pai só telefonava. Não era mto legal. Qdo eu estava com o pai do JL, em alguns anos chegaram a ser quatro casas: a família do meu pai, a família da minha mãe, a família dele e a da ex-mulher, pq ele queria passar o Natal com o filho do primeiro casamento. Quer dizer, eu celebrava não o nascimento de Jesus, mas a viagem dos 3 reis magos.

Além disso, como já disse, essa questão família não é bem resolvida. Meu pai não é lá mto presente, minha mãe já faleceu, estão me resta, hoje, a família do meu marido que eu gosto e tals, mas não é exatamente a MINHA família. É a família dele, que eu curto, que me acolheu, mas ainda assim é a dele. Se eu tivesse uma familiazona do cacete, acho que ia curtir o Natal.

Durante esses anos, eu já tentei achar alternativas como passar com os amigos, que é a família que a gente escolhe. Mas não é o mesmo, a não ser que eles tbm larguem as famílias e passem só os amigos juntos. Como o problema família é meu e de mais ninguém, continuo no problema. Teve um Natal legal nos últimos anos, que foi o que eu fui pra Brasília, casa dos meus tios queridos. Queria me teletransportar pra passar um pouquinho lá, um pouquinho cá. Isso seria perfeito!

E agora vivo esse clima "jingle bells está no ar", árvores, papais noéis, guirlandas, luzes e elementos brancos que um dia alguém achou que pudessem parecer com neve. É chato, sabia? Dói e ainda estimula o ser consumista que existe dentro de cada um de nós. Pq Natal ainda nos obriga a dar presente pra todo mundo e engordar, já que são mtas confraternizações. Mas disso eu não posso reclamar: não tenho família, mas tenho mtos amigos, e qq pretexto para reuni-los vale a pena.
beijos

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

MInha amiga invisível


Sabe aquela pessoa que não sabe brincar de amigo secreto? Pois é, sou eu.

Mas dessa vez eu tava indo super bem, com bilhetinhos anônimos, clima de mistério até que, no finzinho, me entreguei. Ontem mandei um bilhetinho assinado. A parte boa foi que minha amiga só leu hoje, então não quebrei as regras da brincadeira.

Pelo menos soube que a minha amiga ficou super feliz por eu tê-la tirado. E é bom que foi recíproco, pq a minha amiga invisível, como chamamos por aqui no Pará, é o máximo, casadinha, fluminense de Volta Redonda.

É a Any, ou a Any e o Rafael, se considerar que é casal oculto.

Any, foi uma felicidade enorme tirar vc; dentro de um universo de 45 participantes foi mto legal sortear alguém que já conhecia, que conhecia a história e que acompanho blog. Espero que continuemos essa relação mesmo que virtual e que vc seja mais que feliz nessa jornada que começou há pouco tempo.

Saiba que tem aqui uma amiga e conte comigo sempre que precisar.

Ah, ontem fiquei até tarde pensando no seupresente, indo de site em site (ainda pediram telefone, aí perdi o foco mesmo). Mas hj eu mando de qq jeito.
Beijos e feliz Natal!!!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

O fantástico caso de uma cobra criada por avó

To impressionada com isso até agora:


01/12/2009 - 13h01
Cobra se confunde e engole o próprio rabo na Inglaterra

Uma clínica veterinária do condado de Sussex, no sul da Grã-Bretanha, teve que resolver um caso curioso: o de uma cobra de estimação que tentou engolir o próprio rabo.


O incidente ocorreu no dia 6 de agosto e envolveu uma cobra da espécie Lapropeltis getulus, conhecida como cobra real californiana.

O dono dela notou que o réptil tentava engolir o próprio rabo e a levou à clínica veterinária Seers Croft.

Lá, o veterinário Rob Reynolds teve que deslocar a mandíbula para liberar o rabo do réptil da sua própria mordida.

De acordo com informações da clínica, cobras em geral são carnívoras, mas estas em particular, além de se alimentarem de ratos e de pequenos mamíferos, também comem lagartos e outras cobras.

No entanto, Rob Reynolds afirmou que nunca viu um caso no qual um animal não conseguia se libertar da própria mordida, apesar de este ser um fenômeno já conhecido.

É o equivalente de comer o próprio pé (já que a bunda, essa mesma, é impossível). Ainda bem que somos animais racionais

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Várias de casamento e amigo secreto

Tava vendo umas fotos de casamento e não resisti:

1. Por favor noivinhas, não pintem seus olhos de azul. Viumas fotos num álbum de orkut e as pálpebras da noiva eram as coisas mais azuis que eu já vi. A tendência atual da maquiagem é parecer que nem está maquiada, então, por favor, discrição.

Obviamente, para preservar a identidade da azulada, recortei só os olhos e, acreditem, eles brilhavam em todas as fotos. Ofuscavam a igreja, a decoração, as damas...

O pior é que foi um casamentão. Pra vcs verem: dinheiro não traz bom gosto.

2. Nada de símbolos de gangues em fotos de vcs de noiva (hangloose, v da vitória, rock and roll). Não é dia pra isso.

3. Não atrasem demais

4. Terno claro é pra dia. Terno escuro é pra noite. Simples assim.

5. Uma igreja do tamanho dos seus convidados. Acho que ngm merece se arrumar pra ficar em pé.

Por favor, quem está no amigo secreto e não deu sugestão de presentes,dê. To perdidinha, sem saber o que dar.

beijos

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

MInha vida tem trilha sonora

Eu sou daquele tipo de pessoa que em cada fase da vida tem uma música pra lembrar com carinho. Ou com mágoa, ou arrependimento, ou tristeza. Que nem trilha sonora de novela, que os personagens tem as suas, até os vilões, e qdo acaba a gente não consegue mais escutar nem o nome da música, a minha vida tbm tem soundtrack.
Eu lembrei disso hoje por um fato engraçado: no trabalho, nós estávamos preparando um ofício que acompanharia um CD com um arquivo imenso a ser enviado pro Conselho Nacional de Justiça. Qdo a Simone, pergunta pro Daniel (ambos colegas de trabalho) o que tinha naquele CD, ele responde, muito espirituosamente que eram "os grandes sucessos da Corregedoria". Morri de rir e ficamos conversando sobre quais as músicas que estariam nessa coletânea. Admito que a seleção musical dos meus colegas não faz mto a minha cabeça, fora a do Daniel, que parece que fomos educados musicalmente juntos, tamanha a identidade. O hit do momento é Wanderley Andrade (deêm um look no caboco, pq merece) cantando em inglês a seleção mais óbvia de músicas dos Beatles, Elvis, Carpenters, Eagles. Paralelamente escutamos uma seleção de músicas internacionais românticas dos anos 80, aquela seleção que toca na madrugada na rádio mais popular de qualquer cidade (especialmente nas rádios de consultório de dentista e naqueles programas que têm declarações de amor).
Ultimamente ando meio de mal em descobrir novas músicas. Quero que elas me achem. Coisa de momento, mas infelizmente elas não me acham assim com tanta facilidade. Escuto no rádio ou numa festa músicas boas e fico enlouquecida pra saber qual é. Tento decorar um trecho pra jogar no Google depois e descobrir autor e música mas meu amigo alemão Alzheimer me faz tropeçar e esquecer.
A última que me pegou de jeito e eu peguei pelo rabo foi Beyond Here Lies Nothing do Bob Dylan. Bob Dylan me cansa um pouco. Gosto dele (quem não gosta de Like a Rolling Stone?),mas ouvir um cd inteiro é algo que não me atrevo, a voz dele é mto rouca e ácida, cansa um bocado. Mas ouvir uma é tranquilo e essa música é mto boa.
Ando ouvindo mto Roberta Sá tbm. Aliás, penso em abrir uam seção no blog de "o que estou ouvindo". De qq modo, Roberta merece um post só pra ela e deixo vcs com o clip da minha trilha sonora do momento.


quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Obras

Obras em casa. Dizem que a pior coisa do mundo é fazer obras com a gente dentro da casa. Pois é, super transtorno, mas não tinhaoutro jeito e, sinceramente, eu achava que seria pior. Já tinha até programado ir pra casa da sogra, mas não precisou.
Atualmente, estamos fazendo o forro de gesso. Antes disso, preparamos a instalação elétrica e antes ainda teve a preparação para instalar o split. Depois vem a pintura da sala, as luminárias, quero reformar um sofá, ver outros móveis novos, um tapete, portas novas (sim, portas novas - qdo eu viajei quase não entrei de volta em casa pq minha porta tá mto ruim). Depois quero mudar o banheiro social. Depois meu quarto, e depois, e depois....
Eu sempre odiei obras. Mas agora to até empolgadinha com essa, sabe?. Acho que pq agora é MINHA família que mora e quero que ela se sinta bem. E, todo mundo, pra ver um arco-íris é preciso um pouco de tempestade.
Aos poucos a casa vai ficando no nosso jeitinho.
Em algum lugar eu li que a gente faz obras por dentro e por fora. Que arrumar a casa é um processo que nos organiza por dentro. Não sei. Confesso que não senti diferença em mim, ou pq ainda tem mta coisa pra fazer ou pq eu me considero sempre em obras: to sempre atrás de um vazamento, ou de um parafuso pra apertar, uma parede pra pintar em mim mesma e tentando ajeitar antes que a parede fique mofada ou a porta caia.
Mas se for assim mesmo, espero que as obras ainda durem mto tempo. Odeio pessoas que não se renovam, não se organizam, não se reciclam.
beijos

domingo, 22 de novembro de 2009

Chegou meu álbum de casamento!

*****Tipo assim, com quase um ano de casada, enfim tenho meu álbum de casamento.
Mas tá lindo. Lindo, lindo. Até me surpreendi, confesso que já tava numa de ter o álbum só pra registro mesmo, depois de tantas mudanças no layout que tive que fazer, mas não, ficou bem legal.
E é tão bom a gente olhar, ainda mais depois de tanto tempo, todas as fotos e relembrar tudinho.... Quem foi, quem não foi, os doces, decoração, como foi animado. Pq eu ainda não fui num casamento tão animado como o meu e isso não é papo de "o meu é melhor", não. É sinceridade .
E esse casamento rende: eu ainda tenho uns cds gravados pra dar de brinde com a trilha sonora do casamento que eu ainda não dei. Acho que vou dar nas bodas de papel.



*****Filho foi pra festa do pijama na casa de um amigo ontem. Vou buscá-lo daqui a pouco. Ai, essas crianças que crescem... Mas o JL não tá legal. Ele se queixa de umas dores de barriga estranhas, que, não que ele não sinta nada, mas sei que a maior parte tá na cabeça dele. Ele é mt responsável e perdeu algumas aulaspor causa da viagem com o pai e somatizou isso. Fica impressionado com a dor, aí aumenta. Aí ele não come com medo, e aí se sente mal e é difícil convencê-lo de que é falta de comida. Enfim, haja psicologia.




**** Minha trilogia ouvido, nariz e garganta tá bem ruinzinha. E eu preciso dormir. E eu acabei de voltar de férias e já to pensando nas próximas. Pq a vida é assim, né gente??

domingo, 15 de novembro de 2009

O mundo do politicamente correto

Eu tenho reparado que ultimamente tudo anda muito certinho. Na verdade, to falando da galera que aparece. Músicos, atores e todo mundo que se diz artista. Percebo todas fazerem um esforço descomunal para sempre parecer imaculado, casto, e sempre lembrar que respeita o meio ambiente, ajuda instituições de caridade, adota crianças carentes (se possível num país bem pobre). Todos têm relacionamentos perfeitos e qdo acaba são bons amigos, sempre.
Ngm se dá porrada, peida, enche banheira, faz piada de preto, compra sapato de couro de jacaré, esquece de pagar conta, briga com o namorado, se tatua, fuma, usa drogas.
Não to defendendo nenhuma dessas práticas, não, mas é que seres humanos são falíveis e essas coisas acontecem, pô. Ou pq vc não tá nem aí mesmo, ou por algum escorregão, que todo mundo dá. O Fábio Assunção, maior cheirador, voltou da internação posando de pobre coitado, de vítima. Deu certo. A Madonna, galinha mor dos anos 80 agora é boa mãe e tá bancando a reconstrução do Malauí. O Bruno Mazzeo declarou pra Rolling Stone (a revista) que foi fazer o quadro dele, o Cilada, que é apresentado no Multishow e no Fantástico, sobre atendimento em shopping e recebeu uma carta magoada de uma grande loja de departamentos que ele, obviamente, não identificou (pq dá dano moral). Ou seja, piada nem sobre balconista pode mais, qto mais de judeu, negro, viado, argentino. A Rihanna terminou com o namorado que dava porrada nela pq "seria um mau exemplo para os jovens". Será que alguém caiu nesse papo?
O fato é que, atualmente, ser bonzinho, dá lucro. Mtos comerciais....
Aí escutei uma entrevista na Jovem Pan da Pitty e do Branco Melo e confirmei a impressão. Alguém criticou a Pitty pq numa música ela disse que era foda. E ela teve que lembrar que nos anos 80 mta gente dizia isso. Os Titãs, na letra de "Fazer o quê?" disseram o mesmo. Hoje mesmo tava ouvindo uma pasta do Ultraje a Rigor que ele falava filho da puta umas 20 vezes numa música. E, quer saber, não acho que meu filho vai se tornar um homossexual-nazista-cheirador-que bate em mulher por causa disso. Alguém lembra que o Ultraje comia a Sarali e que a Marilou botava ovo pelo cu? Quem tem mais ou menos a minha idade vai lembrar que achava tudo muito engraçado. Na verdade, acho que esse humor rasgado e sem preocupação morreu junto com os Mamonas Assassinas.
Tem um personagem no Pânico, que fala igual traveco, mas não sei o nome, que definiu bem a atual conjuntura: "Hoje em dia, todo mundo é Sandy ou Lobão". Concordo, não tem meio termo. Luana Piovani, Dado Dolabella, Otto, o namorado da Rihanna (um rapper que eu não lembro o nome), Maurício Mattar, são do time do Lobão. O resto, encabeçado por Luciano Huck, Xuxa, Ivete, Claudia Leite, etc., etc., etc. é do time da Sandy, que, justiça seja feita, sempre foi santa.
Lembrando mais uma vez (pq hoje em dia, a gente tem que se desculpar de tudo), esse texto não faz apologia aos bad boys. Mas sim às pessoas normais, que erram, levantam, assumem (acho essa parte importantíssima) e às vezes fazem de novo. Nem todo mundo pode ser assim tão engajado.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Tem que falar rápido pq é mta coisa

1. JL voltou. Lindo e magrinho. Muito magrinho. Mas suspeito que ele tenha importado um verme europeu, pq anda tendo enjôos e dor de barriga.
2. Ah, metidíssimo. Ontem: "mãe queria que o pão daqui fosse igual ao da Europa". Só não mandei pra bem longe pq é meu filho. Mas orientei que ele não pode falar a mesma coisa na escola.
3. Obra em casa. Legal, hein? A parte boa é que enfim vou ter um conforto bacana e uma infra pra receber os amigos (viu, Barrigote?)
4. A Ju, minha amiga e arquiteta que tá me ajudando é uma fofa. O melhor no mundo, é, definitivamente, ter amigos
5. Quase distendi o braço jogando esgrima no Wii. Ainda tá doendo. Mas é muito legal
6. Vazamento na casa do vizinho de baixo e tudo indica que é do meu. Mais quebradeira e o pior, pentelhação - com razão - da galera de baixo (mesmo com razão meu vizinho é pééééssimo)
7. Pra quem não sabe to tomando Roacutan pela segunda vez na vida. Tomei antes, mas meus hormônios começaram a brincar de pira-pega aqui dentro e as espinhas pularam pra fora, todas as possíveis e de uma vez só. Como não sou ré primária, tive que repetir o tratamento. Segundo médico que estouindo, se eu tivesse tomado a dose certa de remédio no primeiro tratamento as espinhas não teriam saído. Enfim, agora to sofrendo com os efeitos colaterais.
8. Filho, então só pra 2011 (até terminar o tratamento, passar os meses seguros...)
9. Sexta acabam as férias. Ngm merece voltar a trabalhar numa sexta, ainda mais 13, não é?

sábado, 7 de novembro de 2009

Aniversário do João Lucas



Hoje é aniversário do João.


E ele tá super longe, em Paris com o pai.


E eu to um bagaço de saudades.


Bagaço mesmo. Não consigo conter as lágrimas, elas simplesmente caem e caem, uma após a outra. Eu dormi cheirando um pijama dele, acordei cinco da manhã pra ligar pra Paris, por causa do fuso, fiquei horas e horas aqui escolhendo um cartão virtual pra mandar pra ele, e me irritando pq não conseguia nenhum a altura dele.

To mal. Eu sou daquelas mães que quer o filho sempre na barra da saia. Super egoísta.



Mas to feliz por outro lado, ele ta na Eurodisney agora e deve estar curtindo a beça.


Tenho que me tratar.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

This is Halloween





Nunca imaginei que o Halloween era levado tão a sério nos EUA. Achei que era uma festa que existia, mas que, enfim, com a vida moderna e corrida, acabava sendo um pouco esquecida nas grandes cidades. Tipo carnaval de rua com marchinhas, que são em poucos lugares que ainda têm. Mas qdo (mas qdo, tradução: Imagina! em paraensês). Halloween é simplesmente o máximo!!!



Qdo chegamos em NY, fomos andar pela cidade e qual foi minha surpresa ao ver que as casas, as lojas, restaurantes, consultórios, agências de publicidade, todos os lugares estavam decorados com fantasmas, vassouras, abóboras (imensas abóboras), bruxas e mtas teias de aranha.

No domingo de tarde, dia 25, fiquei radiante de perceber as crianças indo de casa em casa falando "trick or treat". Mais que isso, os programas de tv eram todos sobre Halloween, não tinha uma lanchonete que não vendesse torta de abóbora, muffin de abóbora, chocolates em forma de fantasminha, caveirinha e... abóbora. Td o mais fofo que vcs podem imaginar.



Chegando em Miami, a festa tem uma nova roupagem: como é cidade de praia, mais turistas, sol, sal, mar, etc., os adultos já se fantasiam e, invariavelmente, as fantasias todas puxam pro sexy. Não tem mais doce de abóbora, mas tem garçonetes fantasiadas de cães, gatos, coelhos, e vampiras derrubando copos com suas asas.

Tbm teve as crianças pedindo doces, sob pena de terríveis travessuras, mas a noite, as fantasias das mulheres, homens e gays eram as coisas mais fantásticas do mundo! E gays, qtos gays. Fui prevenida, mas eles saíam de todos os lados, impressionante. Nada contra pelo amor de Cristo. É só que era tanto, tanto, tanto, que acabava chamando a atenção.








Eu e minha cunhada ainda pensamos em comprar umas orelhinhas, uma peruca, mas não ia adiantar, as fantasias eram tão elaboradas, e outras tão indecentes que era melhor estarmos vestida de nós mesmas.


Outra coisa que impressionou um bocado é que não tem nenhuma confusão. Nada. Tinha homem e mulher de bunda de fora andando pela calçada e ngm chamando ela/ele de gostosa/gostoso. As pessoas só saem mesmo pra confraternizar e exibir sua fantasia (que, pelo visto, eles passam o ano inteiro pensando e confeccionando).




























O que dá vontade é de ir pra lá todo Halloween. Mas é só vontade mesmo, pq dinheiro... tá pegando!

terça-feira, 3 de novembro de 2009

De volta










Vortei.


Fui lá nos States e voltei.


Essa era uma viagem de segredo. Minha mãe dizia que qdo a gente quer mto que alguma coisa dê certo, a gente não poe contar pra ninguém.


Mas a gente ia pra Bahia. Íamos pela promoção do Mastercard, que paga 1 e viajam 2. Tava tudo certo, íamos pra Arraial d´Ajuda, eu já tinha até visto horário de vôo, pousada, o transfer do aeroporto de Porto seguro pra Arraial, tudinho. só que aí a Tam veio com uma promoção irresistível de 500 dólares ida e volta pra Miami, parcelados de seis vezes, que era o exato preço da viagem da Bahia. Minha sogra entrou na jogada, disse que tbm ia e que ajudava a gente na hospedagem que é cara. Combinamos de não contar nada pra ngm e assim foi feito, até meu pai só soube no dia anterior. E nisso a gente foi, mas eu continuei dizendo pra todo mundo que ia pra Bahia. Agora vou falar a verdade e vou ficar com cara de mentirosa. Essa é a parte ruim.



Pois bem, mas fora isso, a viagem foi ótima. Fomos eu, maridão, sogra, sogro e a cunhada que mora em SP. Passamos 4 dias em NY e quatro em Miami. NY tava frio, Miami um calorão tipicamente brasileiro. E eu que não tinha levado nenhuma peça de verão, só roupa de frio??


No primeiro dia tivemos um mega-estresse com a Tam, que, simplesmente, cancelou nosso voo aqui de Belém. Com isso, perdemos nossa conexão em Guarulhos p/ Nova York. Perdemos um dia de viagem e as diárias do hotel que já estavam pagas. Sorry, Tam, mas vc será demandada em juízo. Afinal, prejuízo em dólar é prejuízo em dobro.


Seguem algumas fotinhos de Nova York.


Depois eu coloco algumas de Miami e venho contar como foi o Halloween. É o máximo, nunca imaginei que halloween lá era tão levado a sério. Deixa nosso Carnaval parecendo festa infantil.









quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Segunda Lua de Mel

Nao posto ha tempos, mas eh por bons motivos. Estou em Nova York, o que ate agora nao acredito. Amanha vou pra Miami. Depois conto toda a viagem, e como tudo aconteceu.
Voltamos a seguir com nossa programacao normal.

PS: Esse trclado nao tem acentos nem cedilha

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O casamento dos sonhos

Todo mundo que é romântico tem que admitir que já pensou em casar na praia. E se não der pra casar, seria legal fazer um aniversário, batizado de filho, uma reunião, um luau pq qq coisa, não? Vento, barulho de ondas, estrelas, tudo isso contribui pra uma noite perfeita. Só que é difícil, é mais caro, é mais trabalhoso, mas minha amiga Isabela nem ligou pra isso e fez - lindamente - seu casório na praia do Ariramba em Mosqueiro.




De cara eu já amei a idéia. mas a execução superou em muito a minha expectativa. Pq ela tava linda. Sim, e linda, e magra, uma tarde linda, que belo por do sol, o cabelo perfeito, a decoração bela, o ambiente estava mais que magnífico.




Bem, Mosqueiro é uma ilha que pertence a Belém que fica a mais ou menos 70 km daqui. Pode-se ir por estrada ou de barco, mas é mais convencional ir de carro. Era o lugar de veraneio das famílias mais abastadas de Belém há algumas décadas, que tinham lá casas lindas. Hoje em dia a maioria vai pra Salinas, que é bem mais longe, cerca de 200 km, só que antigamente o acesso era mto mais difícil. Pra Mosqueiro restaram os amantes, os nostálgicos e os que sabem apreciar as belezas dessa ilha no meio do rio Guamá. Mas há algum tempo atrás, Mosqueiro era um lugar onde o povo de Belém se encontrava. E foi numa casa dessas, do início do século passado, que a Isabela resolveu casar com o Bruno, cara mto do bem com quem ela já morava e com quem ela tem o Pedro, o loirinho cacheadinho mais lindo.



Infelizmente, eu fiquei tão embasbacada com tudo que esqueci de tirar foto da casa. A cerimônia foi na Igreja Matriz, da Vila, que eu nem sabia que era tão bonita, mas que foi impossível não remeter a uma coisa de interior, e a recepção nos jardins do chalé, onde ela montou uma tenda para o buffet, as mesas, a pista de dança, os pontos de apoio pras bebidas e colocou um carrinho de raspa-raspa (o precursor mambembe do frozen, fazia séculos que eu não via, e mais séculos que eu não tomava um com medo de hepatite. Tem de coco, maracujá e groselha e como era festa de biriteiros, podia colocar cachaça tbm), tapioquinha com café e serviu de entrada, os tradicionais pastéis do Oliveira.





O meu presente, junto com mais 15 amigas, foi a banda, chamada De Sandália, que só toca Gil, caetano, Tim Maia, Jorge Ben Jor e similares, tudo a cara do local, não poderia ter sido escolha melhor. Mas o mais legal de tudo, é que foi uma festa entre amigos: na igreja, todo mundo se cumprimentava como se não se visse há mto tempo. O pai da noiva entrou de terno, mas de chapéu panamá (o máximo!). Na festa, não havia roupa que não estava de acordo: tinha homem de terno, de blusa de botão, outros de túnica com sandália. As mulheres tiraram seus saltos e ficaram todas de rasteiras, umas de havaianas outras descalças, mesmo, pé na areia. Tudo mto alto-astral.




E eu to encantada até agora, não apenas com a festa que foi bela, com a decoração, a noiva que estava linda, a comida e a música maravilhosas mas com a coragem da minha amiga de fazer uma festa num lugar longe, ao ar livre, sonho de todo mundo. E que foi um arraso!

sábado, 17 de outubro de 2009

ausência

Nunca mais vim por aqui. Hoje eu apareci, limpei a casa e vou dar uma volta e falar com os vizinhos tbm pra saber como as coisas andam.
To trabalhando demais, tensa pq essa semana o CNJ vem aí inspecionar. Pra quem não sabe, trabalho no Tribunal de Justiça do Estado, e o Conselho Nacional de Justiça é o órgão superior. e ele é mto chato e pega no nosso pé por besteiras. Algumas coisas eles têm até razão, mas sem dúvida nenhuma eles se excedem.
Então a semana foi de faxina, pra tentar deixar tudo em ordem. Mas mesmo assim, não estamos seguros.
Além disso, to me sentindo feia. Meu rosto tá só espinha. Não sei o que houve, alguma coisa hormonal. Meu médico passou de novo o Roacutan, remédio que eu já tomei antes e que não deveria, em tese, me deixar ter espinhas em nenhum momento da minha vida. Mas ele disse que eu tomei uma dose pequena (receitada por outro médico) e que foi por isso que gerou essa recidiva. To triste por isso, é um tratamento mto agressivo, mas meu rosto está realmente mto ruim.
A parte boa (depois de notícias ruins) é que hoje tenho um casamento de uma amigamto querida, a Bela, em Mosqueiro, uma ilha aqui em Belém. Vai ser super diferente, to mega ansiosa.
E a outra notícia mega boa é que dia 24/10 viajo de férias!! Ai, que felicidade!!

domingo, 11 de outubro de 2009

E enfim chegou o Círio!!



E enfim, chegou a data mais esperada do ano para os paraenses: o segundo domingo de outubro, dia do Círio de Nazaré! É a minha data favorita no ano, dia de fé, de solidariedade, de paz, de união, de bem querer, de desejar felicidades um ao outro e de comer pato no tucupi e maniçoba.


E pq minha festa favorita não é o Natal? Pq no Natal, não vejo esse sentimento puro que tem no Círio. As pessoas estão preocupadas com presentes, árvores, shoppings, confraternizações do trabalho, da faculdade, do prédio, das amigas de infância, e nessas datas, só se faz comer, comer e comer e esquece um pouquinho que o Natal, na verdade, é a celebração do nascimento de Jesus.


Tudo começou quando o caboclo Plácido José de Souza encontrou, em 1700, às margens do igarapé (igarapé é riacho em paraensês) Murutucú (onde hoje se encontra a Basílica Santuário), uma pequena imagem da Senhora de Nazaré. Após o achado, Plácido teria levado a imagem para a sua choupana e, no outro dia, ela não estaria mais lá. Correu ao local do encontro e lá estava a “Santinha”. O fato teria se repetido várias vezes até que o Plácido resolveu construir, no local, uma pequena capela. Hj está lá a Basílica de Nazaré, a igreja com paredes de ouro.

Em 1792, o Vaticano autorizou a realização de uma procissão em homenagem à Virgem de Nazaré, em Belém do Pará. Organizado pelo presidente da Província do Pará, capitão-mor Dom Francisco de Souza Coutinho, o primeiro Círio foi realizado no dia 8 de setembro de 1793. No início, não havia data fixa para o Círio, que poderia ocorrer nos meses de setembro, outubro ou novembro. Mas, a partir de 1901, por determinação do bispo Dom Francisco do Rêgo Maia, a procissão passou a ser realizada sempre no segundo domingo de outubro.

O Círio é a maior procissão católica do Brasil e a terceira maior do mundo, eu aprendi na escola. Alguém vai dizer que é a de Aparecida, e tal, mas lembro que Aparecida não tem procissão. As pessoas apenas vão até a Catedral de Nossa Senhora. Bem, ngm tá aqui pra discutir, até pq a fé é direcionada a mesma pessoa. Só sei que isso movimenta tudo e todos: são dois milhões de pessoas que participam da comemorações (a populção de Belém é de um milhão e meio e nem todos são católicos). Esse ano, a estimativa era que a quantidade de carros aumentasse em mais de 30mil. A gente tem que dirigir com cuidado, pq vem mta gente das comunidades ribeirinhas que nao sabe atravessar a rua. No Círio, a gente apenas liga um pro outro pra desejar feliz Círio. Que outra data a gente faz isso? E, paralelo a isso, todo mundo decora suas casas, compra pato, tucupi e jambu, cozinha a folha da maniva por 7 dias e 7 noites pra fazer a maniçoba.... Gente, esse movimento coletivo é único, só quem mora aqui entende.


E eu só posso desejar a vcs um feliz Círio, que ele seja iluminado, feliz e que a Nazinha leve a cada uma uma chuva de bençãos, tipo essa que cai toda tarde em Belém do Pará.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Facebook

Primeiro, eu gostaria de dizer que adorei as respostas do questionário abaixo. Eu postei meio despretensiosamente e todas entraram na brincadeira, foi mto legal. Eu fui meio que acompanhando, uma pegou de mim, aí outra pegou dela, e uma quarta já entrou no ritmo, respondeu e postou. O melhor, as respostas foram ótimas. Achei algumas mto divertidas!!


Mudando de assunto, fiz um Facebook. Não sei pra que, como se eu tivese tempo sobrando. Agora eu fico lá respondendo um monte de quiz: já sei que se eu fosse um cachorro euseria um boxer, se eu fosse uma bebida eu seria a vodca e se eu fosse um personagem do Chaves eu seria a Donta Clotilde. Bruxa do 71, ngm merece, né? Além disso, faço um monte de listas, já fiz do meu festival dos sonhos, os últimos 5 filmes que vi, os caras com quem eu casaria se pedisse a minha mão.. Tudo muito divertido.


Mas o pior de tudo é a tal de Farmville. Eu sou uma fazendeira nível 6 ainda, planto trigo, soja, abóbora e berinjela, já passei da fase de palntar morangos. Tenho algumas árvores, três vaquinhas, dois porquinhos, e algum dinheiro no banco. Mas eu quero prosperar e ser uma grande fazendeira!! Na foto abaixo, vcs me veêm no meio da minha plantação de trigo, já quase do meu tamanho, as sementes de soja ainda por crescer, à direita, as abóboras ainda não maduras e à esquerda, a plantação de berinjela.


Dica: não entrem nessa de facebook, é mto legal e vicia. Agora eu acho o Orkut mt chato.


Quem quiser, pode adicionar.


Ah, adiaram tanto o festival do João Lucas, que ele não vai mais poder cantar, vai estar viajando com o pai. Fiquei chateada e ele tbm!!! O menino ensaiou horrores, mas adiaram 4 vezes, aí já é sacanagem..


beijos
PS: A cidade tá em ritmo de Círio de Nazaré, e vcs não imaginam o qto isso é maravilhoso!!!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Oi, eu sou a Paola!

A brincadeira é a seguinte: copie as perguntas e troque pelas suas respostas. Vale oferecer pras amigas de blog, ou mandar pros seus contatos de e-mails


1. Nome Completo


Paola Watrin Pimenta Menescal

2. Porque lhe deram esse nome?

Boa pergunta. Meu pai, Paulo, queria um nome com a letra P. Nessa época saiu publicada a foto na coluna social de uma moça chamada Paola (mas a pronúncia do nome dela é a correta, Páola). Acharam bonito e tham!


3. Você faz pedidos às estrelas?

Faço pedidos pra tudo, todos os astros, pessoas e santos

4. Quando foi a última vez que você chorou?

Assistindo de novo "De-lovely, vida e amores de Cole Porter"

5. Gosta da sua letra?

Já gostei mais


6. Gosta de pão com o que?

Com tudo.
Adoro pão

7. Quantos filhos você tem?

1 filho e 1 cão

8. Como se chamam e quantos anos eles têm?

João Lucas e Nina, respectivamente


9. Se vc fosse outra pessoa, seria seu amigo?

Com certeza!

11. Você é sarcástico?

Hum.. às vezes


12. Saltaria de bungee-jump?


Não. Depois que virei mãe, fiquei frouxa

13. Desamarra os sapatos antes de tirá-los?


Sempre


14. Acredita que você seja uma pessoa forte?

Não, mas as vezes me surpreendo comigo mesma


15. Seu sorvete favorito?

Vários, mas adoro cupuaçu, flocos nevados (chocolate com pedaços de chocolate branco) e tapioca

16. Quanto calça?

38


17. Vermelho ou Preto?

Vermelho


18. O que menos gosta em voce?

atualmente das espinhas



18. O que mais gosta em você?

Cabelo e pernas... mas mesmo eles estão precisanod de mais cuidado..



19. De quem você sente saudades?


Da minha mãe e da minha avó. Sempre e muito

20. Gostaria que todas as pessoas que vissem essa postagem, postassem tbm?

Sim.


21. Descreva que roupa e calçado vc esta usando agora.
terninho...


22. Qual foi a ultima coisa que comeu hoje?
iogurte light e uma maçã... ai, odeio dietas

23. O que vc esta escutando agora?

nada, só o barulho do trablho dos meus colegas

24. A última pessoa com quem falou ao telefone?

Outra funcionária do trabalho


25. Bebida favorita?
suco de laranja de caixa


26. Esporte favorito para ver pela TV?

Volei

27. Comida favorita?

Cara... difícil isso gosto de pizza, risoto, massas, enfim, carboidratos

28. Filme de terror ou com final feliz?
Com final feliz.

29.Último filme que viu no cinema e com quem?
Up. com marido e filho

30. Dia Favorito do ano?
Círio de Nazaré

31. Inverno ou verão?
Primavera, se eu morasse num lugar que tivesse estações do ano

32. Beijos ou abraços?

abraços
33. Sobremesa favorita?
Bolo de chocolate

34. Quem vc acha que vai te responder?


uma grande parte...

35. Quem vc acha que não irá te responder?

os q não gostam de brincadeiras

36. Que livro está lendo?

Tentando ler Cronica de uma morte anunciada, de Gabriel Garcia Marquez

37. O que tem na parede do seu quarto?

um quadro meu, um quadro de fotos que preciso atualizar

38. O que assistiu ontem a noite na TV?

Um pouco do fantástico

39. Onde foi o lugar mais longe que vc foi?

Canadá

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

A Moda no ano 2000

Achei esse texto em algum lugar na internet. Foi publicado em 52, e fala de estilistas fazendo previsões sobre a moda no ano 2000.
Dá pra morrer de rir

A MODA NO ANO 2000
Opinam os mais famosos costureiros parisienses sobre os modelos do futuro - Adaptavel a todas as invenções modernas o vesturario da mulher do proximo seculo - Para a elegancia nada é impossivel...


Publicado na Folha da Manhã, domingo, 7 de setembro de 1952

--------------------------------------------------------------------------------

Neste texto foi mantida a grafia original


Trajes eletronicos

Qual será a moda feminina para o ano 2000? A "Revue de la Pansée Française" publica as opiniões dos mais famosos representantes da alta costura parisiense a esse respeito. As opiniões são as mais autorizadas. Naturalmente, para profetizar no dominio da moda.
Carven pensa na linha pura dos gregos: Por que a mulher do ano 2000 não se vestiria com os drapeados à antiga? Mas, ela modernizará o penteado em triangulo, fazendo uma verdadeira antena, capaz de captar as ondas hertziana, que permitiria às mulheres receberem mensagens enquanto andam pela rua. Prevê Carven a transformação dos panos livres do vestido em asas elétricas. Isso lhes permitiria transportar-se sem necessidade do automovel ou do avião. Seria a mulher "Radiovolante".
Christian Dior vê a mulher do ano 2000 vestida de peles de animais. O que pode significar que Dior julga que a humanidade voltará à idade da pedra e os homens voltarão a viver nas grutas. Nesse caso, pensam os jornalistas que as cavernas deverão possuir aquecimento central...
Jacques Griffe é de opinião que no ano 2000 se poderá almoçar em Nova York e jantar em Taiti; e as viagens à lua e aos demais planetas serão coisas comezinhas. Daí a idéia de um vestido de noite com calças, de tecidos especiais capazes de resistir aos efluvios terriveis da bomba atomica.


Um desenho de Jacques Heim

Impressionado com a pergunta, Jacques Heim criou um desenho de vestido determinado por duas tendencias principais: o desenvolvimento das ciencias eletronicas e nucleares permitirá a cada individuo enriquecer-se de orgãos ineditos de comunicação e de proteção; e não tendo o espirito mais em que pensar, homens e mulheres libertados, se entregarão às delicias da vida em sociedade. Por isso, o traje que Jacques Heim propõe para o ano 2000 é, ao mesmo tempo, cientifico e naturalista. Compõe-se de duas peças metalicas que servem de apoio ao tecido. A primeira, que ele chama de "capotone", coroa metalica vasia, de autodedução, na qual estarão colocados diversos aparelhos, tais como: "condensador de idéias", "cerebro-freio", "emissor de opiniões", "receptor telepatico", etc. A cabeleira será trançada verticalmente ao redor de uma antena vasia, que serve tambem de lampada para publicidade individual: radar detentor de sorriso e maquilagem luminosa, regulando o brilho do rosto. O traje - capa e saia - será de tecido "Hiroshima", naturalmente impermeavel às radiações atomicas. A capa cai num drapeado elegante; o "bottomographe", central eletronica que comporta à frente condicionamento de ar para o interior do vestuario, por raios infravermelhos; para a marcha e a natação, os pés serão guarnecidos com escamas reatoras a passo variavel e o corpo vestido de uma rede de pesca.


Chapéus-antena

Marcel Rochas pensa que a mulher do ano 2000 usará chapéu-antena. A bolsa será substituida por um aparelho de televisão e telefone portátil. Ele pensa que as palavras serão transmitidas, não pelos labios, mas pelas vibrações da garganta. A mulher será vestida com uma tunica à antiga, curta, com um véu. Permanecerá muito feminina, mas envolvida numa rede de antenas que lhes permitirão captar as novidades de todo o mundo.
De acordo com essas opiniões autorizadas de mestres da alta costura, a maioria dos criadores de moda é de parecer que o vestuario das mulheres se adaptaria a todas as invenções modernas.
Somente Dior é otimista nesse sentido, prevendo a volta às peles de animais, isto é, à era da pedra lascada. De qualquer maneira, todas as opiniões são admissiveis, num terreno em que tudo pode acontecer - a moda.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Friday, I´m in love

Alguém mais atento, assim que ler isso, vai dizer: O que essa doida tá pensando? Ainda é terça, e ela já tá falando de sexta??

Calma, explico: João Lucas, querido e amado filho, resolveu participar do Talent Show do CCBEU, sua estimada escola de inglês,cantando Friday, I´m in love, do The Cure. Detalhe: SOZINHO. Outro detalhe: não era obrigado, ele que quis participar. Não precisa dizer que quem tá nervosa sou eu, né??


Só que ele é super encabulado, muito estranho ele querer participar. Mas como foi iniciativa dele, não nos resta outra alternativa se não apoiá-lo.
A mãe, claro, estará lá, vestida de torcida organizada, toda babando.


Se o pai dele filmar, vou ver se consigo postar aqui depois.


beijos

domingo, 27 de setembro de 2009

Amo muito Cole Porter

Let´s do it
Let´s fall in love




Do filme "De-Lovely, vida e obra de Cole Porter"

sábado, 26 de setembro de 2009

Rapidinhas

Sobre a barbeiragem no carro, quem falou que eu poderia ter batido, me machucado e tal, tem toda razão: poderia ter sido pior. Alias, sempre pode ser pior.
Eu, que aparentemente não tenho mais o que fazer, entrei no Facebook. Quem por aí tem? É uma mistura de Orkut com Twitter e eu, não contente deter os dois, além de um blog, ainda entrei nessa. Acho que eu preciso ir num psicólogo tratar da minha vida social, acho que to me dedicando demais a sites de banalidades.
Hoje eu trabalhei, tive plantão. f%$#@, né? ngm merece plantão no sábado, parece que fim de semana é um ser que não existe. E eu sei o qto eu preciso descansar. Depois, aniversário do amigo da escola do João Lucas, f%$#@ também. As mães que eu conheço não foram, eu fiquei completamente deslocada.
Hoje fazem nove anos que minha mãe foi pro céu. Mais saudades.
Alguém pode por favor, dizer pra Sandrinha da novela que ela não sabe atuar?? Ô bichinha ruim. Mas acho que na verdade é a nova campanha da rede Globo: "se a Sadrinha pode ser a irmã da protagonista da novela das 8, qq uma pode. Por favor, venha fazer um teste conosco! Faça parte do nosso time de profissionais!"
That´s all folks. (lembram da música a seguir: taranam nam nam nam nam...)

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Sim, eu sou barbeira

Dos comentários sobre o post anterior, adorei a idéia do flashback.... infelizmente é sempre em preto e branco, se eles quiserem colorido, não dá.

Hj, eu, COM O CARRO DO LEO, sem querer querendo, subi na calçada em vez da rampinha da garagem do prédio da dentista do João e rasgou o pneu.

Um rapaz que trabalha lá super solícito me ajudou e trocou o pneu enqto eu tava na consulta. Mas disse que não dava pra aproveita-lo, vou ter que comprar outro. Vcs sabem qto custa um pneu? é caro, caríssimo.

To amuada aqui em casa.

bjs

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

alguém me diz pq

Pq em casamentos de novela, nunca tem foto, mto menos filmagem???
Como eles esperam lembrar depois?
E pq sempre tem uns convidados nada a ver???
Pq? Pq?

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Dinheiro não traz felicidade...

Mas eu não ia ficar nem um pouco chateada de morar numa dessas casinhas:





Casebre localizado em Costa del Sol, Marbella, Espanha. 5 quartos, 5 banheiros, 950 metros quadrados, num lote de 2850 m2. Ai, que tédio!




Muquifo localizado em Cannes, França. 5 quartos, em aproximadamente 400 m2. A venda por 7.800.00,00 euros (ai, ai, mais de 23 milhões de reais). Baratíssimo!






Barraco em Cumming, Georgia. 7 quartos, 12 banheiros, quadra de tênis, campo de golfe, casa de hóspedes, home theater, estábulo. Custa a bagatela de 45 milhões de dólares.




Quarto e sala em Hollywood Hills, California. 7 quartos, 11 banheiros, avaliados em míseros 21 milhões de dólares. Esse povo pobre tem mania de valorizar suas coisas,né? Deve ser pq tem poucas




Essa aqui paece até, pela foto, menos suntuosa que as outras, apesar de seus mais de mil m2, 6 quartos, 10 banheiros. Mas olhem o que tem dentro:


Uma sala de cinema particular!!!




Mais sonhos como esses em Christie´s Great estates

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Dicionário

Tá, a crítica da música não colou.
Mas eu vim contar outra coisa.
Eu tava navegando entre os blogs (ocupadíssima, hein?) e parei no Lãs da Déia. Bem engraçado. Muito espirituosa. E lá eu encontro um dicionário indiano-paulista (ela disse que é indiano-português, mas eu discordo). Como a gente ainda vai demorar um pouco pra esquecer o tal do hare baba, dalits, e afins, vou postar aqui.
Morri de rir.


Are – Usado para chamar a atenção (Ex: ô mano), também usado para identificar que entendeu algo (Ex: to ligado)

Are Baba – Indignação Ex: (puta que o pariu, ma que merda, não fode, a vá)

Are baguandi – Espanto (Ex:Ma que merda, ma que caraio)

Baguan Keliê - Susto Ex: puts que cagada

Atcha – Quando se concorda com algo Ex: massa, tesão

Atchatchatchactha – Quando se concorda muito com algo Ex: Tesão pacaralho

Firangui – Biscate

Tik – pode crer

Tik Tik – Pode crer to ligado

Tik Tik Tik – Pode crer to ligado na parada

Tchâlo – calma fio, calma fia

Mamadi – Véia

Dadi - Mais véia ainda

Nahim – nem fudendo

Shukriá – Valeu aí mano

Namastê – vai na fé, e aí

Chai – Pinga, cachaça, véio barrero



beijos

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Eu não aguento mais versões


Primeiro foi o Emerson Nogueira.

Depois a chata, feia, fazendeira, bêbada e, finalmente, desafinada, Danni Carlos.

E aí, veio uma sucessão de cantores de versão com pouco talento, se atropelando pelas rádios e enchendo meus ouvidos. Não consigo gravar o nome de todos, já que são muitos. Além desses dois, só me vem a mente um tal de Tom Cleber.

Não aguento mais ligar o rádio e ouvir versões de "Friday I´m in love" (The Cure) e "Losing My Religion" (R.E.M).

O que está acontecendo com os cantores da atualidade??

Ngm mais sabe fazer músicas? Eu sinceramente, não acredito nisso, pq existem músicas boas por aí sim.

Não sou radical e dizer que ODEIO todas as versões. Não é isso. Tem versões mto boas, umas que são até melhores que a música original. O Monobloco por exemplo, canta músicas já gravadas por outros e são todas fantásticas. O que me cansa é esse estilo baladinha voz-e-violão-e-tábua-de-frios que não sei quem foi que disse que todo mundo gosta.

Bem, deve ter mta gente que gosta, pq toca pra caramba.

Mas o que eu não gosto mesmo, nem nunca gostei é de DJ ou cantor que subestima seu público. DJ principalmente. Que toca aquela música específica que tá manjada de tanto tocar na rádio ou na novela, como se essa fosse A música e não existisse nenhuma outra no cosmos.

Outro dia eu vi o Maurício Kubrusly falando que ele dirigiu uma rádio e o lema dela era nunca tocar mais de uma vez a mesma música. Tá não precisa chegar a tanto. Mas ele recebia um monte de ligação: "Chico gravou um novo cd?" , e ele tinha que dizer que não, que a música era velha, só que ngm tocava. Só um exemplo de que, se tocar, o povo aceita.
Espero que algum produtor, dj, radialista, empresário, ou qq coisa no meio musical leia isso e veja que o público não está tão satisfeito assim. Não sou uma pessoa mto especial. Sou só mais uma pessoa que gosta de música.


terça-feira, 15 de setembro de 2009

Patrick Swayze e Claude Troisgros


To mega triste pq Patrick Swayze morreu. Ele era meu príncipe encantado de infância. Babava ao vê-lo dançar. Já doente, ele participou de um programa da Oprah em que já entrou no palco dançando, mostrando que não precisava de ensaio. Mas eu sabia que ele teria esse destino, pq pra cancer de pancreas não tem jeito, ainda, infelizmente. Vou rezar por ele.


Mas um motivo recente de alegria é o programa Menu Confiança, comandado pelo Claude Troisgros, o frances que falava português bem "pacarramba". Este mês, os programas têm sido sobre culinária da amazônia, os dois primeiros gravados aqui em Belém, e eu, como sabem, paraense da gema, morro de orgulho da minha terra. Sim, pq aqui é quente, o povo é mole, é provinciano, mas se come mto bem. Pacarramba.


Claro que todo lugar tem bons restaurantes, mas culinária nativa como a nossa não tem. E sei lá se é o calor, a umidade ou apenas as mãos das cozinheiras mesmo, mas tenho a impressão que quase tudo feito aqui é melhor. Doces, eu prefiro os feitos aqui. A carne daqui é mlehor, e o sorvete, nem se compara, não tem como o de Belém.


No site tem receitas.


beijos

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Recomendações de fim de semana

Eis o que eu recomendo para o próximo fim de semana de vcs:

Assistir: Up (a nova produção da Pixar) e Valsa com Bashir. O primeiro nos fez chorar: muito lindo, sensivel, a história é ótima e mto inteligente. O segundo tbm é animação israelense sobre a Guerra do Líbano da década de 80. Do tipo que põe o dedo na ferida.
Ouvir: eu tenho fases de músicas. Ando ouvindo Toi du moi, do primeiro cd da Carla Bruni, qdo ela nem sonhava em ser primeira-dama (ou será que já?), que estava esquecido no meu armário há alguns anos e o cd Braseiro da Roberta Sá. Já falei dele aqui? Fantástico. (o link é de download)
Programação: coisa que eu não fazia hámto tempo era ir pra Chá de Panela. Esse fds eu fui pro da Monica, amiga da faculdade. Cheguei logo dizendo que não curtia mto esse negócio de brincadeira de chá, mas mordi a língua, e nossa mesa foi a mais premiada. E mto bom rever velhas amigas.
Fazer: coisas que definitivamente eu só consigo fazer fim de semana. passear com o cachorro, almoçar com o marido, dormir até um pouco mais tarde. Bom demais da conta. Infelizmente chega o sábado em que terei que ligar pro eletrecista, gesseiro, pedreiro, pintor, mas nesse eume dei uma folga.

sábado, 12 de setembro de 2009

Comentários sobre o fim da novela

Ontem eu ia assistir a novela na casa da sogra. Mas nao deu temppo, cheguei em casa faltando 10 minutos, tomei banho e caí na cama ainda sem me pentear, passar hidratante, nem nada disso.

Leo abriu uma garrafa de Flor de Crasto e fomos ver o fim dos hare baba, dalits e afins.
Tenho algumas considerações a fazer, mas que só Gloria Perez é capaz de explicar (eu acho):
1. Qdo o Tarso vê a Tonia, ele larga o microfone e vai beijá-la. Mas vcs repararam que a voz dele continua cantando?
2. O Raj acordou no hospital e foi ao templo. Rapaz, mas onde ele achou aquela roupa com lencinho e tudo?
3. Ah, tem uma coisa: qdo o Raj tá no hospital, os médicos não sabem de onde ele é, mas que ouviram dizer que ele é de Mumbai. E mandaram ele pra lá. Mas tem um detalhe: O Ganges não banha Mumbai, que é uma ilha. A cidade sagrada por ser banhada pelo Ganges chama-se Varanasi. Bem, mas no link da novela no Wikipedia, diz que eles moravam no Rajastao. Entrei no site oficial do estado do Rajastão e não encontrei menção nenhuma a Ganges. Mas, pode ser, né?
4. Considerando um erro de percusos e que a cidade seja Mumbai banhada pelo Ganges, como foi que ele achou a Maya, na beira do Ganges, numa cidade com população estimada em 14 milhões de habitantes.Como ele sabia que ela estava lá? Do mesmo modo, o Opash encontrou o Gopal na beira do Ganges com seu pequeno Krishna. É ponto de encontro, que nem pça de alimentação de shopping?
5. E pra terminar essa seção, quero saber como foi que aquela roupa apareceu na Maya. No início da cena eu achei que fosse apenas um sonho dos dois, afinal, tds os figurantes sumiram e tal, momento romance. Mas e depois? Ela aparece na casa dos Ananda toda mega-enfeitada... Não podia dizer nem que ele tinha comprado pra ela no mercado, pq ele devia estar sem dinheiro.
6. Ngm vai reparar que a Surya não tem leite e voltou a sua forma automaticamente?
Bem, mas tirando isso, chorei ao ver a Melissa com o Tarso (Cristiane Torloni estava ótima), ri da cara do guarda que deixou a Yvonne ir embora (bestão), e achei que deviam ter mostrado a Camila com os gêmeos já nascidos, a Chanti fazendo sucesso, e o relacionamento dela com o Indra e a Surya servindo chai.
Ah, ngm merece o vestido da Tonia, hein??? Que véu horroroso! Quem fez aquele cabelo? Mas eu gostei da decoração da igreja!
Bem, mas eu que não me considerava mais noveleira, já que comecei a assistir Caminho das Indias tem uns dois, três meses, e a última que tinha assistido antes disso foi a dos gemeos clara e Francisco, to doida já pra assistir a próxima. Leo já pediu um tempo, que duas novelas assim, não vai dar.
beijos

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

"Mãe, vou dar uma volta"


Na festa junina desse ano, estávamos no clube e o João Lucas brincando com uns amiguinhos perto da mesa. De repente: "Mãe, voudar uma volta com os meninos, tá?"

Ham? Como assim? Volta com os meninos? Quem são os meninos, onde vcs vão, qual o problema de brincar aqui perto?

Enqto todas essas e mais outras perguntas se debatiam na minha cabeça, o Leo, grande marido, se adianta e diz: "Pode ir. Mas não esqueça de passar pela mesa de vez em qdo".

Aí eu virei pro Leo e despejei todas essas minhas preocupações. E ele: "não se preocupe agora. Depois, as voltas vão ser ainda maiores".

Em julho, JL precisou começar a passar desodorante.

Em agosto, teve uma festinha dançante na escola pra comemorar alguma coisa.

E todo dia eu olho para cara dele pra saber se já tem barba.

Definitivamente, não estou preparada pra essa transição. Infelizmente, não tenho mais minha mãe pra me ajudar e pra perguntar como foi com ela, qdo nós crescemos. Pq, apesar de natural, creio que pra todas as mães (tá... pais tbm) esse momento em que os filhos começam a querer trilhar carreira solo deve ser um choque.

Nessas horas eu fico pensando se eduquei ele o suficiente. Algumas coisas acho que ainda faltam, afinal, ele era pequeno e eu estava sempre do lado pra protegê-lo. Coisas da vida mesmo, sabe? Que existe maldade, desonestidade, sujeira... Tenho absoluta certeza que ele não sabe lidar com a má-indole dos outros.

Eu sou super protetora mesmo. Mas acho que o mundo tá cada vez mais perigoso. As pessoas estão mais maliciosas, o trânsito mais violento, a música de qualidade cada vez mais duvidosa.

Mas o pior ainda está por vir... quero ver qdo achar uma desqualificadazinha acoplada na linda boquinha do meu filho. Aiiiinnnn, me dói só de pensar!
Esse momento é de preparação para filho que vai crescer.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Sobre o álbum de casamento

Esse é um assunto que mereceria vários posts. Mas vou tentar fazer um resumão.


Meu contrato previa um álbum com 150 fotos. Eu e Leo, vendo a diiculdade em escolher esse reduzido número diante de um universo com mais de duas mil fotos tiradas, resolvemos pagar a mais e fazer dois álbuns com 100 fotos cada, um pra making off, cerimônia e fotos externas e outro pra festa.


Bacana, conseguimos escolher e levoas fotos lá. E demora, demora, demora, até que eu ligo e descubro... que eles perderam minhas fotos!!! O pior de tudo é que na mesma época tinha queimado a placa mãe do meu pc e, enfim, vcs sabem, perdi td. Falei que teria que escolher tuuuudo de novo. Depois um técnico conseguiu fazer um backup e recuperei algumas coisas. então houve trabalho, mas não tanto.


Depois de eu ter levado (de novo) um cd com as fotos, e ter feito eles assinarem todos os recibos do mundo chega a primeira prova do álbum. Odiei!!! Eles colocaram todos os efeitos que o photoshop permite, coisas coloridas, peb e sépia juntas, raios, traços, recortes, enfim... completamente fora do meu estilo. Pra mim, qto mais básico melhor, o menos sempre é mais. Mesmo pq morro de medo do álbum ficar datado e daqui a cinco anos, eu enxergá-lo mais velho do que ele realmente é. além disso, algumas fotos em preto e branco sofrem perdas, e, naquele efeito em que tudo é preto e branco e um item fica colorido,como o buque, por ex, a linha entre o cafona e o legal é mto tênue.

Sentei na frente do computador com eles várias vezes para fazer as alterações, e mudou mta coisa. Achei difícil fazer as alterações sobre o que já está lá, feito. Algumas vezes fiquei na dúvida se era melhor ter apagado e feito td de novo. Mas enfim, foi desse jeito. Além disso, mudei fotos e páginas de posição, pra ficar mais fiel a ordem cronológica. Vou colocar aqui alguns antes e depois, pra vcs entenderem do que eu gosto e do que eu não gosto.




1ª antes 2ª depois


1ª antes, 2ª depois



1ª antes e 2ª depois

Selinhos



Ganhei selinhos!!


De um blog que eu só conheço de vista, o Casamento no Campo, e por isso foram mais especiais ainda!!

Tenho que dizer as coisas que mais gosto de fazer. HUmmmm... que difícil.. Não, não é difícil: comer, família (marido e filho), viajar, ler e passear pelos blogs.
Não foi estipulado um número, mas coloquei as primeiras coisas que vieram a minha mente.
E, a regra que se repete, tenho que indicar outras pessoas para ganhar o selinho.
Tenho um pouco de dificuldade nessa parte, pq os selinhos correm principalmente entre blogs de casamento e me sinto um pouco alheia do assunto no momento. Então não sei por onde os selos já circularam. Mas vou indicar a Denise, a Muriele e a Waleska, que sao pessoas que com quem sempre estou "in touch".

sábado, 5 de setembro de 2009

programação

E esse fim de semana, que eu ia pra Salinas e não fui, tenho as seguintes obrigações:
1. Ver novela e torcer pra Yvonne ser estapeada mais uma vez e ver ela não reagir (será que psicopatas não reagem?)
2. Daqui a pouco ir pra casa da Carol, comer hamburger que marido faz.
3. Traçar roteiro pras férias do mês que vem (infelizmente, final do mês que vem)
4. Hoje já almocei nacasa da sogra e to aqui passando mal de açaí, que eu não comia faz tempo e que aqui é pesado pra caramba pq é grosso e não leva guaraná, ganola, banana e todas essas coisas nada a ver. Só açúcar.
5. Começar a redigir um pedido pra ganhar mais no TJE
6. Começar a ler Cronica de uma morte anunciada de Gabriel Garcia Marques.
7.Passear com o cachorro.
8. Ir ao shopping
9. Ligar pro gesseiro e pedir pra ele dar um pulo aqui semana que vem
10. Dormir, dormir e dormir...
Essas são as obrigações. O resto são coisas que fogem da rotina.
Novidade: enfim acabei de fazer as alterações do álbum de casamento. Foram três visitas no estúdio até acabar, todo o povo de lá já me conhece.
Espero que fique legal. Só não sei qdo vai ficar pronto. Acho que fiquei tão feliz que tinha acabado, que esqueci de perguntar qdo vão entregar.
beijo

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Pequenas confidências...


Trânsito é momento de reflexão, né? A não ser que esteja tocando uma música muito legal, ou vc tenha do lado uma carona tagarela, é no trânsito que seus pensamentos afloram todas aquelas besteiras que ficaram guardadas o dia inteiro. Como por exemplo:

1) pq qto pior o gosto musical, maior é o volume do som? Vcs já ouviram alguém tocando Beethoven a 1.587.963 decibéis? Pq será hein, gente?


2) Vcs já repararam que o biscoito recheado era mto mais gostoso qdo vcs eram pequenos (as)?

3) eu realmente me sinto melhor agora que tenho visto dos EUA. Não me sinto melhor que os outros. Mas eu teria uma crise braba de "ngm me ama, ngm me quer", se não tivessem me dado essa porcaria de visto. Toda vez que penso nisso é com alívio.

4) To pensando em fazer uma lista de todos os jogos que já foram sorteados na Mega Sena. Como não caem dois raios no mesmo lugar, duvido que uma combinação de números já premiada seja capaz de repetir. Assim sendo, vou analisar todas e jogar uma que nunca tenha saído. Quem sabe?

5) E os planos sobre o que eu faria com o prêmio não se acabam... Já pensei que ia tirar um milhão, comprar um ap, viajar enqto ele é decorado... Mas ainda não sei se saio do TJ ou fico trablahando até me decidir. Devo abrir uma doceria ou uma boutique mesmo, meu sonho antigo.

6) Pq as pessoas ainda insistem em fazer malabarismos no sinal de trânsito se nunca ngm paga nada?

7) Já pensou se eu tivesse uma gêmea idêntica? Ahh.... eu ia aprontar mto no lugar dela (hj, casada, não mais tanto). É o meu alter-ego que se manifesta

8) E se, de repente, descobrissem que eu sou uma princesa multimilionária de um reino distante, que vivia no anonimato por questões de segurança e porque alguém achou que uma pessoa do povo (mas preparada, ao contrário do nosso presidente) seria a mais indicada para conduzir um país recém-criado com probidade, competência e honestidade?


9) Acho que eu não seria triste se morasse na Califórnia. Aliás, preciso ir pra lá antes de 2012, que segundo o calendário maia é o ano do fim do tempo (não do mundo, observem, mas do tempo)


10)Como foi que o Raul caiu na lábia da Yvonne?

11) Eu realmente queria tocar baixo

12) Odeio a Yoko. Penso nisso (quase) todos os dias

13) Pq diabos será que minha memória é tão ruim?

14) Algum homem já ganhou uma mulher chamando ela de gostosa na rua? Ou dizendo que não sabia que boneca andava?
15) Os personagens de Friends envelheceram pouco ao longo dos dez anos da série. Mudouo cabelo, eles engordaram ou emagreceram, mas os traços deles permaceram. Será excesso de maquiagem, de grana pra gastar com plásticas e dermatologistas ou será que o mesmo vai acontecer comigo?



Isso, amigos, é apenas uma amostra de onde meu cérebro pode chegar...

sábado, 29 de agosto de 2009

Ao mestre com carinho


Meu marido agora é MESTRE!!!

Com o tema Quem perde e quem ganha com a guerra fiscal: o caso do Estado do Pará meu marido alcançou o grau de Mestre em Direito pela Universidade Federal do Pará. na quinta-feira. Não é o máximo?

Estamos todos, eu, pais, família, amigos, e ele próprio, mto orgulhosos. Sabemos o quanto ele desejava, o quanto ele estudou pra isso (apesar de que levou o mestrado numa boa) e como ele domina o assunto.

A defesa começou mais cedo e eu perdi a explanação, cheguei nas perguntas. O professor tava fazendo um monte de pergunta, bombardeando, e eu comecei a rezar, nervosa, chamei todos os anjos da guarda, os meus e os dele pra acalma-lo e ajudar. Mas qdo ele começou a responder, tive certeza que seria um sucesso, pq ele tava mto seguro. Afinal, ele fez o trabalho, milita nessa área, então sabia o que tava falando.

Ontem minha sogra fez um jantar pros chefes, o povo da banca, o povo do escritório e alguns amigos dela, comprei um vestido belo e fomos. Foi ótimo o jantar, e aí tivemos certeza de como todos estão contentes por mais essa vitória alcançada.

.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

E o meu João, que é fanático por futebol, mas menino de apartamento, ontem foi chutar a bola e chutou a cama.
E me ligou pra dizer que não tava nem conseguindo encostar o pé no chão. A mãe má achou que era drama pranão ir pra natação e mandou ele ir mesmo assim, pq na natação não precisa por o pé no chão.
De noite eu vi que o pé tava inchado e o dedinho roxo, morri de culpa, hj acordamos cedo e fomos tirar um raio x. E deu que tava descolada a cartilagem do dedo.
Aí imobilizou, passou remédio que eu acho que deu alguma liga no menino que agora ele não sossega. Não adianta dizer que o pé tem que ficar parado.
Minha amiga Bruna me lembrou que qdo ela era criança era doida pra quebrar alguma coisa. Lembrei que eu tbm. Loucura, né?
Por outro lado, machuquei o dedo da mão no bate-bate do aniversário dos gêmeos há um mês e ele continua doendo e eu ainda não fiz nada a respeito. Ao contrário, continuo fazendo tudo errado, pq ele é o dedo q mais uso ao digitar e pergunta se eu parei???
PS: to ouvindo 'Braseiro", da Roberta Sá. Adoro ela.