domingo, 15 de novembro de 2009

O mundo do politicamente correto

Eu tenho reparado que ultimamente tudo anda muito certinho. Na verdade, to falando da galera que aparece. Músicos, atores e todo mundo que se diz artista. Percebo todas fazerem um esforço descomunal para sempre parecer imaculado, casto, e sempre lembrar que respeita o meio ambiente, ajuda instituições de caridade, adota crianças carentes (se possível num país bem pobre). Todos têm relacionamentos perfeitos e qdo acaba são bons amigos, sempre.
Ngm se dá porrada, peida, enche banheira, faz piada de preto, compra sapato de couro de jacaré, esquece de pagar conta, briga com o namorado, se tatua, fuma, usa drogas.
Não to defendendo nenhuma dessas práticas, não, mas é que seres humanos são falíveis e essas coisas acontecem, pô. Ou pq vc não tá nem aí mesmo, ou por algum escorregão, que todo mundo dá. O Fábio Assunção, maior cheirador, voltou da internação posando de pobre coitado, de vítima. Deu certo. A Madonna, galinha mor dos anos 80 agora é boa mãe e tá bancando a reconstrução do Malauí. O Bruno Mazzeo declarou pra Rolling Stone (a revista) que foi fazer o quadro dele, o Cilada, que é apresentado no Multishow e no Fantástico, sobre atendimento em shopping e recebeu uma carta magoada de uma grande loja de departamentos que ele, obviamente, não identificou (pq dá dano moral). Ou seja, piada nem sobre balconista pode mais, qto mais de judeu, negro, viado, argentino. A Rihanna terminou com o namorado que dava porrada nela pq "seria um mau exemplo para os jovens". Será que alguém caiu nesse papo?
O fato é que, atualmente, ser bonzinho, dá lucro. Mtos comerciais....
Aí escutei uma entrevista na Jovem Pan da Pitty e do Branco Melo e confirmei a impressão. Alguém criticou a Pitty pq numa música ela disse que era foda. E ela teve que lembrar que nos anos 80 mta gente dizia isso. Os Titãs, na letra de "Fazer o quê?" disseram o mesmo. Hoje mesmo tava ouvindo uma pasta do Ultraje a Rigor que ele falava filho da puta umas 20 vezes numa música. E, quer saber, não acho que meu filho vai se tornar um homossexual-nazista-cheirador-que bate em mulher por causa disso. Alguém lembra que o Ultraje comia a Sarali e que a Marilou botava ovo pelo cu? Quem tem mais ou menos a minha idade vai lembrar que achava tudo muito engraçado. Na verdade, acho que esse humor rasgado e sem preocupação morreu junto com os Mamonas Assassinas.
Tem um personagem no Pânico, que fala igual traveco, mas não sei o nome, que definiu bem a atual conjuntura: "Hoje em dia, todo mundo é Sandy ou Lobão". Concordo, não tem meio termo. Luana Piovani, Dado Dolabella, Otto, o namorado da Rihanna (um rapper que eu não lembro o nome), Maurício Mattar, são do time do Lobão. O resto, encabeçado por Luciano Huck, Xuxa, Ivete, Claudia Leite, etc., etc., etc. é do time da Sandy, que, justiça seja feita, sempre foi santa.
Lembrando mais uma vez (pq hoje em dia, a gente tem que se desculpar de tudo), esse texto não faz apologia aos bad boys. Mas sim às pessoas normais, que erram, levantam, assumem (acho essa parte importantíssima) e às vezes fazem de novo. Nem todo mundo pode ser assim tão engajado.

9 comentários:

Andréa disse...

Super concordo com vc.
Bando de hipócritas.
Eu não tenho medo de mostrar quem eu sou.
Eu falei no blog que tô com raiva da minha filha e que quero ela longe de mim por uns tempos.
Recebi emails de gratidão,porque provei com o post que acontece em centenas de casas,mas tbm teve o papo de que coração de mãe sempre tem que perdoar.
Será que eu tenho que perdoar?
Eu perdoo se quiser porra.
A filha é minha,a sacanagem foi comigo.
Pimenta no fiofó da Sarali é refresco né.
Adorei seu post,amei,amei.
Beijão querida,boa semana.

Anônimo disse...

Amor, acho que esse foi o seu melhor post até agora. Você escreve super bem. Parabéns. Beijo

Leo Menescal disse...

Não era pra ser anônimo, não sei 0o que ocorreu. É o seu marido, o careca simpático. ; )

Lafayette disse...

Apoiadíssima.

Os politicamentes corretos são uns chatos de galocha, ops, xingar de "chato de galocha" e não, de abestados é ser politicamente correto? :):):):

Gostei do blog.

Cartas da Dandan disse...

Paola,
já havia te falado que acompanho o teu blog! Mas hoje, especialmente, não dava pra passar, ler e não comentar!! Arrasaste! Em cada comparação, citação e exemplo!
Perfeito!!!

Tatyane Garcia disse...

Agora aprendir a comentar!


Acho que eu sou Sandy!!! hahahahahhahah

Jahm disse...

Pois é Paola.
Só que esses 500,00 com o dia da noiva vão me fazer uma faltaaaa!
rsrsrsrsr


BJahm

Janinha disse...

Concordo. Muito. Simples assim. E muito boa a analogia lobão e sandy. Muito auto-explicativa, hehe.

Bjocas.

Kátia Ruivo disse...

Adorei sua abordagem!@ Uma coisa é ser politicamente correto, outra é ser hipócrita!

beijos