quarta-feira, 9 de setembro de 2009

"Mãe, vou dar uma volta"


Na festa junina desse ano, estávamos no clube e o João Lucas brincando com uns amiguinhos perto da mesa. De repente: "Mãe, voudar uma volta com os meninos, tá?"

Ham? Como assim? Volta com os meninos? Quem são os meninos, onde vcs vão, qual o problema de brincar aqui perto?

Enqto todas essas e mais outras perguntas se debatiam na minha cabeça, o Leo, grande marido, se adianta e diz: "Pode ir. Mas não esqueça de passar pela mesa de vez em qdo".

Aí eu virei pro Leo e despejei todas essas minhas preocupações. E ele: "não se preocupe agora. Depois, as voltas vão ser ainda maiores".

Em julho, JL precisou começar a passar desodorante.

Em agosto, teve uma festinha dançante na escola pra comemorar alguma coisa.

E todo dia eu olho para cara dele pra saber se já tem barba.

Definitivamente, não estou preparada pra essa transição. Infelizmente, não tenho mais minha mãe pra me ajudar e pra perguntar como foi com ela, qdo nós crescemos. Pq, apesar de natural, creio que pra todas as mães (tá... pais tbm) esse momento em que os filhos começam a querer trilhar carreira solo deve ser um choque.

Nessas horas eu fico pensando se eduquei ele o suficiente. Algumas coisas acho que ainda faltam, afinal, ele era pequeno e eu estava sempre do lado pra protegê-lo. Coisas da vida mesmo, sabe? Que existe maldade, desonestidade, sujeira... Tenho absoluta certeza que ele não sabe lidar com a má-indole dos outros.

Eu sou super protetora mesmo. Mas acho que o mundo tá cada vez mais perigoso. As pessoas estão mais maliciosas, o trânsito mais violento, a música de qualidade cada vez mais duvidosa.

Mas o pior ainda está por vir... quero ver qdo achar uma desqualificadazinha acoplada na linda boquinha do meu filho. Aiiiinnnn, me dói só de pensar!
Esse momento é de preparação para filho que vai crescer.

7 comentários:

Bia Bueno disse...

É, eu tembám fico com essas encucações. :S

Muriele Binow disse...

Flor mãe é mãe né? Até hj minha mãe acha que sou criança!!!

Sra. Mari disse...

ixi ... nem me fale. Domingo, me peguei admirada quando meu sobrinho me abraçou. Gente, ele ta quase do meu tamanho e só tem 8 anos. Como assim ? E como eles fazem "amigos" rápidos nas festinhas ne ? É ... se prepara pq eles crescem ... (infelizmente)

Than disse...

Primeiro obrigada pela visita! Estou te seguindo e te linkando já e com certeza vou passar aqui sempre q vc atualizar para ler!
Mas deve assustar mesmo qdo q gente vê aqueles, até então, bebês, crescendo subitamente...eu vejo pela minha irmã mais nova. Ela já tem 18 anos mas eu ainda a vejo como aquele baby, q era muito dependente da gente, e claro, ela se irrita com isso, afinal já é uma mulher mas é tratada como criança...rs

Beijos e amei seu cantinho!

Denise e Eduardo disse...

Ai lindona,
Nem me fale disso pq meu afilhado agora já tá na neura do... dindinha vc me levar ao cinema é mico... daí agora eu sirvo apenas para deixar na porta do shopping...
E ainda tem mais... inventou uma tal matine... quase morri... mas precisei voltar a minha epoca e lembrar que eu simplesmente amava uma matinê...
Beijos!!!

Leo Menescal disse...

É meu amor, não deve ser fácil pra você, mas te garanto que estarei sempre do seu lado para ajudar, até mesmo porque um homem pode entender melhor um menininho virando meninão! :)
Te amo, beijo

Janinha disse...

Nossa que dilema! Acho que realmente o mundo lá fora está complicado e diferente de noss época, que nem faz tanto tempo assim.

Mas acho que agora começam a entrar em campo aquelas conversas sobre a vida, as pessoas, as situações... ir soltando um pouquinho enquanto ainda dá pra puxar a cordinha de volta, como seu marido fez, entende?

Conversar sempre! Bjocas.