terça-feira, 24 de maio de 2011

E eu só faço rir...

Tem coisas que sempre fazem a gente rir, né? E do nada.
Particularmente, não querendo me gabar, mas tem mta coisa que me faz botar sorriso no rosto.
Eu exercito isso bastante. Rio de bastante de coisas, umas até nem tão boas, mas a gente tem que rir pra não chorar, pra não se aborrecer.
Por exemplo, eu rio de gente que conta toda a vida dela quando vc pergunta um cordial e ordinário "tudo bem?". É o tipo de coisa que faz a gente se aborrecer, mas enfim, né, tem que rir.
Eu rio de gente que ta se acabando numa pizza ou chocolate, mas diz que não vai jantar pq tá de dieta.
Eu sempre rio das mesmas piadas. E de lembrar delas eu começo a sorrir, não preciso nem ouvir de novo.
Rio de mim mesma pq fico dias e dias com a mesma musica na cabeça. Sim, sou problemática, pode dizer.
Rio internamente de gente que bate no peito pra dizer que não julga ninguém, mas é o primeiro a apontar o dedo na cara dos outros quando tem coisa que acha errado.
Morro de rir (mesmo) de gente que diz que não ta nem aí pro que os outros pensam, mas se vc chama de feio, fica toda melindrado.
Rio pra uma árvore que tem no meio do caminho do meu trabalho. Ela me faz feliz. Aliás, eu escolho árvores por onde passo. Eu tenho uma árvore em SP, algumas aqui em Belém, tenho uma na estrada pra Salinas. Olhar pra elas me traz um sorriso no rosto. Essa do meio do caminho do trabalho, queria tirar uma foto pra mostrar pra vcs, mas por causa do trânsito nunca consigo. Ela é linda.
Rio frouxamente pras crianças pequenas do pré-escolar da escola do João Lucas. Elas são mto fofas. E olha que meu instinto materno anda adormecido.
Eu rio pra comida. To sempre de dieta, mas não tem como não ser simpática com uma coisa tão gostosa.
Eu rio vendo filme da Disney.
Eu acho que solto um largo sorriso pro meu telefone quando alguem me liga ou manda mensagem. Mas é uma desconfiança, quando eu confirmar eu conto.
Eu rio demais da conta de mim mesma quando dirijo cantando qq música no último volume. Acho meio patético, mas é muito divertido.
Pessoas que se sentem muito mega-poderosas, por qq motivo, ou pelo trabalho, ou pq são bonitas, ou pq são ricas, me fazem rir de pena. Fico triste por elas. Mal elas sabem que tudo isso passa.
Acho a maior graça de pessoas inconvenientes. Outro dia eu e meu chefe controlávamos o riso com uma visita não tão desejada assim que não se tocava que, além de estar atrapalhando, só tava falando besteira. 
Eu rio pro computador. Devo ser a funcionária mais bem humorada do Tribunal, pq eu sou a única que olha p/ tela e cai na gargalhada.
Eu consigo rir de mim mesma quando baixo pra ler os "Contos de Beedle o Bardo" (é o livro que a Hermione lê no sétimo filme do Harry Potter) e quando compro uma varinha mágica pra mim (veja bem,  o João tem a dele e que não ouse mexer com a minha!).
E eu rio de mim mesma que estava há um tempão sem passar por aqui morrendo de saudade. Podem me chamar de besta.

6 comentários:

Cynthia Barreto disse...

Besta nada!! Adorei o post de hoje, eu tb sou bem assim...rio de tudo!!

Não suma mais hein...beijos!!

Jackie disse...

Besta!!! kkkkkkk ( vc que disse que podia kkkkkkkkkkkkk)

Brincadeiras a parte... é ótimo conseguir ver a vida de forma leve, dizem que rir de si mesma é o primeiro passo para boas mudanças, ou seja cada coisa que vc se ve fazendo e consegue não se levar a sério demais, faz com que você mude a sua vida de forma leve sempre que necessário.

Eu sou intensa demais eu dou risada e fico alegre da mesma forma que me irrito e coloco tudo abaixo.... á alguns posts atras eu disse que sou uma libriana, desequilibrada em busca do equilibrio kkkkkkkkkkkk

bjussssssssssssss

Charliane Tamires disse...

kkkk...foi divertido rir junto com você ao ler seus graciosos sorrisos e se identificar com muitos deles...e eu diria como um amigo, 'eu quero é morrer de rir e que as lágrimas paguem o enterro'.kkk Bjs querida e ótima semana cheia de risos!!!

Bibia Bueno disse...

Eu rio de tudo e choro por tudo.
Podem falar qualquer coisa de mim, menos que não tenho emoções.

Narda disse...

Eu sou suber rabugenta... confesso.
Mas tambem dou boas risadas e, as vezes, de coisas que ninguem ve graça.
É bom ne?
E também tava com saudade de ti passando aqui! rs
Bjs

Any disse...

Eu rio de mim tb. Pq rir é sempre o melhor remédio!!
Bjs, saudades de ti!!