sexta-feira, 14 de maio de 2010

Pq to batendo escanteio, cabeceando e defendendo

Podem todos me chamar de folgada; mas eu tenho o privilégio de ter uma empregada doméstica. Ou secretária, como alguns dizem, que pra mim é apenas eufemismo, ou hipocrisia, já que o papel dela não é atender telefone, redigir memorandos e atividades afins. Acho meio feio isso, aliás. Parece que chamar empregada de secretária dá mais dignidade à profissão, o que eu discordo. Há empregadas dignas, e secretárias indignas e vice-versa.
Mas enfim, voltando ao assunto, a Irá é meu braço direito, esquerdo, muitas vezes até minha cabeça. Irá trabalha comigo há quase 11 anos, quando eu engravidei do João Lucas. Hoje em dia, acho que posso ficar sem marido, mas não posso ficar sem a Irá (exagero, claro!). Ela cuida do João, me oferece chá de limão qdo eu to gripada, se oferece pra ir na feira pra mim pra comprar peixe, ou pra levar meus sapatos pra consertar (não sei pq estrago tanto meus sapatos), fazminha comida e é pessoa de inteira confiança. Eu tento retribuir sempre que eu posso, arranjando médico qdo a filha tá doente, dando roupas que não uso, dei um celular de aniversário, dou presentes pra família toda, dou meus móveis qdo vou trocá-los, compro remédios.... ou seja, uma relação queé uma via de mão dupla.
Ocorre que a Irá tá doente agora. A filha ligou pra me dizer que tava internada. Liguei hoje pra saber como ela tava e ngm atendeu. To preocupada. Mas alem de preocupada, percebi o quanto sou dependente dela. Cara, minha casa tá um caos. Léo não aguenta mais jantar sanduíche. E eu o proibi de cozinhar pra não sujar muita louça, afinal, tem dias que só chego em casa de noite. Então eu chego em casa, lavo a louça, lavo o "banheiro" da cadela, tiro o lixo. O Leo faz os sanduíches e leva a Nina pra passear. E agora tá pegando o JL na escola e vão almoçar juntos em algum restaurante a quilo.
O pior tá sendo essa logística infantil de pegar na escola, dar almoço, levar pro inglês, natação, catequese, pegar no inglês, natação, catequese...ufa! Estamos nos virando em 4. Ah,justo isso qto o pai do João e a minha sogra estão viajando, quer dizer, a gente tá contando só com a gente mesmo.
Amanhã vêm pra cá a Nelma e a Nizete, que trabalham na casa da sogra que viaja. Nelma vai fazer aquela faxina e dar um trato nas roupas e a Nizete vai deixar umas comidinhas prontas pra semana que vem. E assim a gente vai se virando....

2 comentários:

Sra. Mari disse...

Ahh .. tem um ano que eu to me virando. Era super dependendo da ajudante da minha mãe. Mas a agenda dela é cheia e nao tem dia pra ir la na minha casinha arrumar. E eu nao tenho coragem de arrumar outra pra mexer nas minhas coisinhas ... ela disse que quando liberar um dia na semana é meu ... ai ai ... socorro ...

veri disse...

e...
eu ja sofri isso qdo fiquei com minhas 3 sobrinhas
ninguem merece
cada uma estuda numa escola diferente e faz coisas diferente
e mais uma cachorra q sujou minha casa inteira
rsrrs
ai
por isso estou pensando muito antes de ter 3 filhos como marido quer
rsrsr
boa semana
bjum