domingo, 12 de outubro de 2008

Círio 2008




Eu sei que vcs estavam esperando um post sobre o resto da minha história com o Leo, mas Círio é Círio e Círio merece um post só pra ele. Depois eu conto as fofocas.




Pois bem, esse fim de semana é Círio de Nossa Senhora de Nazaré. Pra quem não conhece, é uma procissão em torno da Virgem de Nazaré, pelas ruas de Belém, que leva cerca de um milhão de pessoas às ruas de Belém. Talvez até mais, já que para este ano eram esperadas dois milhões de pessoas. É a maior festa religiosa do Brasil e a terceira do mundo. Talvez alguém diga que a festa em torno de Nossa Sra de Aparecida é maior, mas nela não existe uma única procissão; são pessoas que se encaminham à Catedral. Aqui, não, são milhares de pessoas que se juntam pra fazer o mesmo caminho.

O que eu gosto do Círio, é que a única coisa que une as pessoas é a fé. nada mais. Não tem presentes, não tem nada, só a fé. Pra mim é mto mais sincero que o Natal, em que as pessoas querem comprar roupa nova e gastam os tubos com presentes. No Círio, as pessoas apenas confraternizam entre si, no almoço de domingo, com pato no tucupi, e desejam feliz círios uns aos outros. Sem presentes

Hoje em dia, o Círio é composto de 11 procissões. Eu juro que nem sei quais são todas elas. Além disso, há vários outros eventos na chamada quadra nazarena. Eu, como devota assídua, já participei de alguns, profanos e religiosos: fui ao show do Coletivo Radio Cipó na terça, show do Chico Cesar e Trio Manari na quinta, hoje vi a saída da Procissão Rodo-Fluvial (ela vem de carro até a baía de guajará passeia de barco e, no fim do percurso pelo rio, um monte de motoqueiros conduz a imagem de volta pro colégio Gentil, de onde sai o Círio), fui ao Arrastão do Pavulagem e à Trasladação.




O Pavulagem é um grupo de pessoas que se fantasiam com chapéus de palha enfeitados com fitas coloridas e tocam instrumentos de sopro e percurssão e fazem um arrastão quando a santinha chega da procissão fluvial. Acompanhei hoje pela primeira vez. Muuuito legal. Com direito a banho de cheiro e tudo.


A Trasladação é uma procissão noturna. É tão bonito ver a imagem na berlinda toda iluminada. E esse ano a berlinda foi decorada com jasmins, e tava um cheiro maravilhoso. Claro que qdo a imagem passou, eu enchi ela de pedidos, fiz uma lista enorme. Espero não ter esquecido de nada ou de ninguém. amanhã ainda tem o círio propriamente dito

Duas coisas chatas: roubaram minha câmera fotográfica do bolso do Leo. Uma pena. Eu tinha tirado fotos lindas do arrastão que queria muito poder colocar aqui e o que mais me revolta, eu nem terminei de pagar por ela ainda. Mas o que me deixa mais chateada, são as pessoas ruins que se aproveitam de uma festa religiosa para se dar bem. Isso eu acho muito, muito feio.

A outra coisa chata, foi que resolvemos fazer uma festa de aniversário surpresa na casa do Leo para um amigo nosso, nosso padrinho. E chegaram 26497 pessoas que nós não conhecíamos, que sequer nos cumprimentaram e que estão aqui até agora, 02:30 da manhã. Aff....gente que não se toca. Tanto que suvbi e vim aqui escrever isso pra vcs, antes de colocar todo mundo pra fora.

Vou colocar aqui o endereço de alguns sites, caso alguém queira saber mais alguma coisa sobre o Círio. Beijos e Feliz Círio a todos.







4 comentários:

Noiva Mari disse...

Ai é tão linda essa festa ! Eu ja fui em uma e amei ! Aqui na minha cidade não tem ...

Bjinhos e boa semana

Any disse...

Ah, q lindo!! Sou mt religiosa, e acredito nas pessoas q tem fé. Essa fé leva a gente pra frente! Bjs!

Coisas de casal disse...

Ai amiga eu não sou católica, mas acho uma festa muito bonita e sou louca p/ conhecer.
Menina conheço uma penca de pessoas assim, que invadem a casa dos outros sem pedir, são os chamdos brechudos kkkkkkkk.Bjs

Nilzinha Holanda disse...

Olá, vai passar hoje sobre o Cirio de Nazaré no profissão reporter.

:D