terça-feira, 21 de abril de 2009

A casa recomenda

Quem me conhece, ou lê um pouquinho o blog, sabe que sou espírita. Não como deveria ser, de fazer o evangelho em casa semanalmente, de frequentar o centro assiduamente e ajudar os carentes com mais afinco. Mas estudo e me identifico com a doutrina.

Meu pai, que foi minha grande influência nesse sentido, me deu de aniversário dois livros: As vidas de Chico Xavier e Por trás do Véu de Ísis, ambos do jornalista Marcel Souto Maior. O primeiro fala, óbvio, da biografia do Chico Xavier, que dispensa apresentações, mas eu não conhecia a fundo sua história de vida, sabia apenas que ele possuía grande mediunidade e ajudava os próximos.
O segundo já faz um apanhado da psicografia, fala tbm de Chico Xavier (algumas partes até se repetem) e de outros psicógrafos, dos métodos, rotina, etc., bem como das pessoas que vão atrás deles procurando conforto na dor que sentem pela morte de um ente querido, em geral filhos que partiram prematuramente, através das mensagens psicografadas.



O diferencial desses livros é que eles foram escritos por um jornalista. Marcel Souto Maior trabalhou na Globo (não sei se ele ainda trabalha lá) e diz que não se apega a nenhuma religião.



Em geral livros espíritas são psicografados e, portanto, sua autoria é sempre de espíritos. Esses não, trata do espiritismo (embora de forma transversa), sob outro prisma.


Eu recomendo tanto que com eles bati meu recorde: li os dois livros em uma semana. Devorei.


Fica a grande lição de vida, de abnegação, de renúncia que foi Chico Xavier. Ele abdicou de sua vida pessoal, de prazeres materiais, pela divulgação da doutrina e para viver de acordo com o que ela prega, que é a humildade, o desapego de bens materiais e ajuda incondicional ao próximo, todos irmãos.


Reconheço que todas as pessoas estão longe desse ideal, mas realmente vale refletir.


Um comentário:

Noiva Mari disse...

chico é tudo !
Amo ... Já li varios livros espíritas e a cada um eu me apaixono mais ...

bj