quinta-feira, 2 de abril de 2009

A filmagem do casamento

Eu tive um problema com a filmagem do casamento. Qdo eu cheguei na igreja, uma das primeiras coisas que eu reparei (depois, claro, do marido, do filho, das músicas, das pessoas) era que só tinha uma câmera e eu tinha contratado o serviço de duas. Deixei pra lá, pq eu não tinha como resolver isso na hora e eu queria mais era curtir o casamento.
Claro que me queixei com o Jaime, dono da Oficina da Imagem, de quem eu contratei o serviço. Mas já tinha passado, o que eu poderia fazer? ele pediu desculpas, disse que nao teria prejuízos pq o "filmador" era bom e que ele devolveria o dinheiro. Acabei negociando com ele outros produtos.
Mas eu tava mega-apreensiva. E ontem ficou pronto o vídeo. E eu fui logo lá pegar, mto agoniada. E não é que ficou bom?
Claro que podia ter ficado melhor. A gente sente falta da segunda câmera na edição, até pq as vezes ele tem que trocar a fita (ainda é fita?), ele não podia se deslocar de um lado pro outro mto rápido e as vezes é do outro lado que as coisas estão acontecendo. Não sei se eu tava pessimista demais mas, no todo, eu gostei do resultado.
Aiiii, foi tão bom ver tudo de novo... Nem preciso dizer que eu tava uma modelo, né? Achei que o filme fosse matar a saudade, mas deu foi mais saudade de tudo:
1) as palavras do padre que foram escolhidas a dedo. NO final, ele leu um texto sobre o girassol, comparando com o amor entre o casal que eu juro que vou postar aqui;
2) a minha decoração que estava nada menos que perfeita e do jeito que eu queria, deu pra ter mto mais noção no filme. Eu queria com cara de jardim e eu tive um jardim só pra mim e pro Leo
3) Minha mesa de doces que estava um escândalo!!!
4) o bolo lá lindo e branquinho (ainda tá aqui congelado)
5) o buffet com coisas que eu comi e coisas que eu nem vi. Parecia tudo mto bom. Deu uma dó de ver passar os salgadinhos, que eu nao comi nenhunzinho pra contar história.
6) o copo de prosecco que não saiu da minha mão em nenhum momento (falha que eu atribuo ao cerimonial que podia ter avisado). O copo de uísque tbm não saiu da mão do Leo, mas isso já era esperado. Eu ja tinha visto nas fotos, mas no filme fica tbm mais evidente. Tenho que encarar com bom humor, afinal, sou pinguça mesmo.
7) A minha trilha sonora, escolhida a dedo. Eu mandei o cd que eu gravei pro dj pro pessoal da edição colocar pra mim. Eu escolhi umas músicas fantásticas, eles colocaram as mais óbvias, mas mesmo assim, fui eu q escolhi.
8) A festa foi muuuito animada e a filmagem só confirma isso. Banda está indicadíssima. Meus convidados tbm. To pensando em fazer um grupo de animação de casamentos.
9) Acompanhei a involução do meu cabelo, em algo cacheado pra algo entre isso e o liso, com arranjo e sem arranjo no final. O Leo todo direitinho de terno e no final já sem terno dançando o vira (quem conhece o Leo, sabe que isso é improvável se ele não tiver uns uísques na cabeça), meu vestido já todo horroroso de tanto eu fazer dele uma saia de carimbó, das pessoas arrumadas pra já todas bagunçadas... isso foi o melhor de tudo, saber que todo mundo vai lembrar da nossa festa como algo bacana, bonito, sem frescura e animado.
Ai.... quero casar de novo (com o mesmo marido, óbvio)

4 comentários:

Bibi disse...

Gente, que ANSIEDADE por pegar o meu!!!

Maga disse...

Olha eu juro que se não fosse pela distância, eu ia aí assisitir! rs!

Deu uma vontade imensa de casar de novo também (com o mesmo marido, claro!)

Beijão!

Fernanda disse...

Olá Paola!
Também quero Casar novamente, rs... é tão gostoso quando nós é que somos o centro das atenções não é verdade? rs

O meu DVD tbm já está pronto, e ficou do jeito que queríamos...

Beijos,
Fer.

Ju disse...

ai que legal... bom qndo as coisas extrapolam as expectativas né?
só q fiquei curiosa pra ver tudo tbm
=)